Papilionidae

As borboletas dessa família são de forma geral caracterizadas por terem todos os três pares de patas bem desenvolvidos e funcionais para o suporte do inseto quando estes pousam.  Outra caracteristica típica, é a ausência de uma das nervuras anais nas asas posteriores, o que permite uma visualização do abdomem.  A família se divide em duas sub-famílias:   Baroniinae, Parnassiinae Papilioninae.  Onde apenas a última possui  representantes na região neo-tropical.
As lagartas das borboletas dessa família costumam apresentar um órgão retrátil, denominado osmatério, que exala um forte odor desagradável e tóxico, que é usado quando a larva se sente ameaçada, para afugentar possíveis predadores.  Geralmente de hábitos gregários, são facilmente vistas agrupadas em grande número na planta-alimento.
As crisálidas são identificadas por geralmente se colocarem na diagonal, equilibradas em um angulo de 45º, com a parte da cabeça do inseto voltada para cima,  sustentadas por um fio de seda contornando o corpo.